Hélio Engholm Jr

Especializado em Engenharia de Software

Todos desejamos reduzir custos de qualquer tipo, tanto os pessoais como o de empresas. Na área de TI, podemos utilizar o TCO (Total Cost of Ownership) para nos ajudar a verificar custos e ações gerenciais para reduzi-los, relacionados a sistemas da empresa.

Utilizado pela primeira vez em 1987, o TCO foi criado pelo Gartner Group, como medida e aproximação para gerenciamento e redução de custos, envolvendo pessoas, processos e tecnologia. Neste cenário, precisamos estar cientes que os custos relacionados a sistemas, não estão restritos apenas aos custos de aquisição ou desenvolvimento dos mesmos.

Na verdade, o ciclo de vida de um sistema incorpora o ciclo de desenvolvimento do mesmo além do custo operacional que considera os envolvidos em manutenções, tanto corretivas quanto evolutivas.

Neste contexto, a ISO/IEC 12207 considera o desenvolvimento e manutenção do software como processos que compõem o ciclo de vida de software, desde sua criação até a descontinuação do mesmo, compondo o TCO relacionado ao produto de software.

Deste modo, o custo de manutenção torna-se um ponto de grande importância para as empresas. No dia a dia percebe-se que muitas pessoas não possuem um sentimento claro, do quanto pode custar a manter um sistema de baixa qualidade em operação após sua implantação.

Já presenciei empresas com legado composto por diversos sistemas sem documentação, baixa qualidade e que, frequentemente, apresentam problemas de funcionamento. Além das paradas no negócio da empresa, estes sistemas geram perdas imensuráveis, relacionadas à sua imagem perante o mercado e clientes. Isto quando os usuários previstos para o sistema acabam nunca utilizando o mesmo, devido a ele cair em descrédito. Neste caso, todo o investimento é perdido por desinteresse em sua utilização.

Você continuaria utilizando uma operadora de telefonia celular que vivesse fora do ar? Para quantas pessoas você falaria mal desta empresa e qual seria o impacto no negócio da mesma? Qual o prejuízo gerado para ela?

O que já vi algumas vezes e que infelizmente acabarei vendo novamente, são pessoas acreditando que desenvolver software utilizando processos e o paradigma Orientado a Objetos, não são necessários e até mesmo, bobagem. Simplesmente acham que não vale a pena gastar e esperar mais, para ter seus sistemas desenvolvidos utilizando as melhores práticas de Engenharia de Software de mercado.

A verdade é que tudo que deixa de se gastar desenvolvendo software AD HOC, se gasta muitas vezes mais nos processos de manutenção dos sistemas, além de eventuais impactos imensuráveis de imagem junto ao usuário e/ou cliente.

Mas pense bem, se fosse realmente bobagem utilizar metodologias e orientação a objetos, por exemplo, por que grandes empresas como a Sun Microsystems, atualmente adquirida pela Oracle, teria gasto tanto esforço de excelentes profissionais nesta área?

Estudos mostram que cerca de 50% do tempo gasto em manutenções é gasto no processo de entendimento do código a ser manutenido (Fjeldstad & Hamlen, 1983; Standish, 1984). Isto evidencia a importância de um código bem implementado e documentado.

Redução de custos, o que todos desejam

Com o propósito de reduzir custos, podemos mesclar uma série de opções, tais como, renegociar com fornecedores, trocar fornecedores, ajustar Acordos de Nível de Serviço, realizar (re)engenharia de processos de negócios, rastrear gastos, considerar alternativas de Outsourcing, trocar recursos para localização de custos mais baixos substituir tecnologias/sistemas ultrapassados, gerenciar portfólio TI e minimizar custos operacionais com TI.

Dos pontos apresentados acima, percebemos que substituir tecnologias/sistemas ultrapassados, através de outras mais alinhadas ao negócio da empresa e minimizar custos operacionais com TI, através da utilização de sistemas com custos de manutenção menor e maior qualidade, estão alinhados aos objetivos da Engenharia de Software.

A grosso modo, todas as empresas querem e precisam gastar o mínimo possível na aquisição e manutenção de sistemas.

Também as empresas que desenvolvem software querem produzi-los no menor custo e prazo.

Novamente, a Engenharia de Software pode ajudar muito para se atingir estas metas.

Mas como aumentar a qualidade do software?

Podemos citar algumas sugestões, tais como, utilização de uma Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas faseada, que possua processo formal de testes/qualidade e documentação, esta para agilizar eventuais manutenções evolutivas e correção de bugs. Primordialmente devemos ter um eficaz levantamento e gerenciamento de requisitos, utilizar equipes de desenvolvimento e testes com pelo menos um profissional sênior, utilizar as melhores práticas de mercado, utilizar design patterns que são soluções de mercado testadas e utilizadas por centenas de profissionais e empresas há muito tempo.

Para saber mais, Engenharia de Software na Prática: Editora Novatec, 2010. ISBN 978-85-7522-217-1

LivroES

 

Link Novatec: http://www.novatec.com.br/livros/engenhariasoftware/

Link Livraria Cultura:

http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=22123724

Livraria Saraiva: 

http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/3048891

7 Responses so far.

  1. My brother suggested I may like this web site.

    He was totally right. This publish actually made my day.
    You can not imagine simply how a lot time I had spent for this information!
    Thank you!

  2. Greetings from California! I’m bored to tears at work so I decided to check out
    your website on my iphone during lunch break. I really like the information you provide here and can’t wait to take a look when I get home.
    I’m amazed at how quick your blog loaded on my phone ..

    I’m not even using WIFI, just 3G .. Anyways, wonderful
    blog!

  3. I’m really enjoying the design and layout of your site.
    It’s a very easy on the eyes which makes it much more enjoyable for me to come here and visit
    more often. Did you hire out a designer to create your theme?
    Fantastic work!

  4. Thanks for sharing your thoughts about custo de software.
    Regards

  5. Hi there to every one, as I am genuinely keen of reading this web site’s post to be updated daily.
    It includes fastidious material.

  6. It was a real excitement finding your site recently. I arrived here now hoping to find out new things. I was not frustrated. Your ideas about new tactics on this thing were enlightening and a terrific help to me personally. Thank you for leaving out time to create these things and then for sharing your thoughts.

  7. Could not thank you adequately for the discussions on your web site. I know you placed a lot of time and energy into all of them and truly hope you know how much I appreciate it. I hope I’m able to do the identical thing for another man or woman sooner or later.




+ Artigos